Lagos critica traços contínuos e eliminação de acessos à E.N. 125

pub
pub

A Câmara de Lagos aprovou, por unanimidade, na sua reunião desta Quarta-feira (5 de Julho), uma moção através da qual protesta contra algumas consequências das obras de requalificação da Estrada Nacional 125.

Em causa estão, essencialmente, traços contínuos que dificultam a vida aos automobilistas e o encerramento de vários pontos de acesso a zonas adjacentes.

No documento, refere-se, concretamente, a situação que se verifica no troço situado entre o cruzamento das 4 estradas de acesso à Vila da Luz e a povoação de Almádena, “com áreas residenciais, mas também de forte actividade turística, onde os seus utentes/utilizadores  são obrigados a percorrer vários quilómetros para sair das suas residências, inviabilizando-se, assim, a sua acessibilidade que, durante anos, lhes foi garantida.”

São, também referidas situações do género na zona do Chinicato e de Odiáxere e criticado o facto do Governo ter eliminado a construção da variante à Vila de Odiáxere, “mantendo, assim, todo o perigo naquela travessia e não permitindo construir o principal ponto de ligação e acesso à zona da Meia Praia.”

Recorde-se que, ainda recentemente, o presidente da Câmara de Vila do Bispo, Adelino Soares, qualificou como “ridículo” o traço contínuo que se estende, praticamente, por toda a estrada, entre Lagos e Sagres. O autarca assumiu que espera que sejam efectuadas correcções na E.N. 125.

 Leia também:

PSP de radar em punho (Julho)

Vai ser preciso tirar férias para ir de Sagres a Faro pela EN 125

Olhão inaugurou parque canino

(Visited 2.025 times, 1 visits today)
pub
pub

pub

pub

pub
ViladoBispo_Banner_Fev

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.