Assembleia Municipal deve ouvir e consultar os cidadãos

pub
pub

O cabeça-de-lista da coligação ‘Servir + Portimão’ à Assembleia Municipal pretende dinamizar a actividade daquele órgão autárquico e, numa crítica implícita ao actual responsável máximo, rejeita a ideia de que “os Presidentes de Assembleia Municipal não tem poder, não intervém e não executam, que apenas figuram protocolarmente.”

No decorrer da cerimónia pública de apresentação da coligação, Carlos Gouveia Martins prometeu transformar aquele órgão num espaço de forte intervenção política, que debata”todo o concelho em todas as freguesias e não seja estático.”

Deve ser um órgão aberto à população, “que referende ideias e que consulte as pessoas sobre as políticas estratégicas do executivo.”

Caso seja eleito, mesmo que seja o seu candidato à presidência da Câmara, José Pedro Caçorino, a sentar-se no cadeirão actualmente ocupado por Isilda Gomes, assume que não vai fazer figura de corpo presente e limitar-se a apoiar tudo o que lhe for apresentado pelo executivo camarário mas, pelo contrário, exercer a função que deve competir à Assembleia, que é a de fiscalizar a actuação da Câmara.

Leia também:

As cláusulas secretas do negócio da Via do Infante

Vai ser preciso tirar férias para ir de Sagres a Faro pela EN 125

O Governo deve estar a gozar com o Algarve

(Visited 144 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub

pub

pub

pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.