Regresso ao passado e actuação de Mariza

O concelho de Castro Marim vai passar por um período de grande animação, com a realização do Festival de Lucía e de mais uma edição dos Dias Medievais.

O Festival de Lucía realiza-se já nos próximos dias 18 e 19 de Agosto (Sexta e Sábado) e tem como ponto mais alto a actuação da fadista Mariza, a madrinha do certame, a qual decorrerá no campo de futebol local, no dia 19, Sábado, a partir das 22 horas.

No programa deste festival, que tem como principal objectivo homenagear o mestre da guitarra Paco de Lucía, consta, também, a actuação de Tomatito, grande guitarrista de flamenco. Vai subir ao palco a instalar no Revelim de St. António, na Sexta-feira, pelas 22h00.

Além da música, o Festival de Lucía abraçou este ano outras expressões artísticas. Na Casa do Sal estará patente a exposição “Memória de Paco de Lucía”, uma exposição virtual dedicada à vida e obra do genial guitarrista. A pintura e a fotografia serão representadas por Carlos Saura, que fará, durante os dois, uma interpretação artística do Festival. Carlos Saura dirigiu o filme “Carmen” (1983), com um elenco onde também entrou Paco de Lucía.

Num âmbito mais formativo, o Festival de Lucía acolhe, no dia 19, a partir das 18h00, duas masterclasses. A primeira, pelo jornalista e crítico musical Nuno Galopim, com o tema “Eurovisão: O artista e a Promoção da sua Geografia”. Segue-se a de “Guitarras do Mundo”, por Henrique Vieira, guitarrista e professor de Educação Musical e de Espectáculo e Multimédia, que irá explorar guitarras acústicas, abrindo um vasto leque de possibilidades através da utilização e fusão de técnicas que, normalmente, não estão relacionadas com determinados géneros musicais.

Poucos dias depois, o concelho recebe a XX edição dos Dias Medievais. Este evento de recriação histórica vai ter lugar entre 23 e 27 de Agosto. São 5 dias de regresso à Idade Média, que prometem transportá-lo a toda a multiplicidade e contradições de uma época, simultaneamente bárbara e culta, palco de acontecimentos e decisões que ficaram na história e de produções culturais e artísticas.

Este ano, a organização apresenta algumas novidades na área da animação, com destaque para o espectáculo de videomapping, que vai transformar uma das fachadas do Castelo numa tela gigante onde, numa viagem de luz, design e som, se revelará a história que transformou aquela vila raiana. Intitulado “A Luz das Trevas, D. Dinis e o Dragão de Sal”, o espectáculo acontece pelas 23h00 dos dias 25, 26 e 27 de Agosto.

O palco principal do certame é o Castelo, o cenário mais leal à Idade Média, onde acontecem as principais recriações, como as de artes e ofícios, onde estão representadas mais de 45 profissões, e os grandes espectáculos, como os torneios medievais a cavalo. É também o Castelo, no paiol, que acolhe a renovada exposição de Instrumentos de Tortura e Punição, mostrando-nos uma das razões pela qual a Idade Média é considerada como a Idade das Trevas.

Leia também:

Fogo transforma em cinzas parte de um bar

Incêndio em bar na zona ribeirinha de Alvor

Treze feridos em dois acidentes

(Visited 106 times, 1 visits today)
pub

pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub
pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.