Há caos nos serviços de saúde algarvios, acusa deputado do PSD

pub
pub
pub

O deputado de PSD Cristóvão Norte diz que se assiste, nesta época festiva, “uma gritante desarticulação e incapacidade de resposta dos serviços de saúde na região”. Trata-se, na sua opinião, de um autêntico “caos”.

Em comunicado, este eleito considera que isso resulta, desde logo, da “insuficiência de recursos humanos, em particular médicos, facto que foi tornado público em meados de Dezembro e não obstante compromissos públicos não veio a ser resolvido”. Pelas informações que diz ter recebido, nalguns casos o funcionamento dos serviços está a fazer-se com “metade dos recursos necessários”.

No que diz respeito ao atendimento nas Urgências dos hospitais, “no caso de Faro há casos em que se registaram de 20 horas – tal como foi tornado público pela Ordem dos Enfermeiros, mas também a circunstância de hoje e amanhã as ambulâncias estarem a ser desviadas dos Centros de Saúde – Albufeira, Loulé e Vila Real de Santo António – para as urgências do hospital de Faro. Tal procedimento apenas se verifica quando faltam médicos nos Centros de Saúde e não se consegue assegurar o nível da oferta assistencial”.

O deputado refere que, por ordem de serviço do Centro Hospitalar Universitário do Algarve, “as ambulâncias da área de influência dos Centros de Saúde de Albufeira, Loulé e Vila Real de Santo António, estão a ser desviadas para o Hospital de Faro, o que é mais extraordinário em razão dos tempos de espera e do facto das zonas afectadas serem as zonas onde, por este dias, há maior concentração de pessoas por causa do Ano Novo”.

Trata-se, na opinião de Cristóvão Norte, de “uma demissão de quem foi advertido desta situação e uma intolerável desprotecção dos cidadãos. Temos mais de 1 milhão de pessoas no Algarve e menor acesso à saúde do que quando somos 400.000”“, ilustrando que “ é impensável que quem tenha indicação de muito urgente aguarde 6 horas, quando não deveriam ser mais de 10 minutos. É o colapso dos serviços.

Perante estes factos, exige que “o Governo resolva prontamente a situação, tomando medidas de excepção,de modo a que se regularize nos próximos dias”.

  Leia também:

Os heróis que têm de usar a EN 125

Isto é ‘lindo’ não é?

Ofertas de emprego para supermercados

(Visited 145 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub
pub
pub
pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.