Docentes e investigadores da Universidade do Algarve fazem novo protesto

Docentes e investigadores da Universidade do Algarve vão fazer mais uma concentração a exigir “o cumprimento da lei do orçamento e do emprego científico bem como do Regulamento de Avaliação do Desempenho da Universidade do Algarve”.

O protesto está agendado para esta segunda-feira dia 23 de julho, a partir das 12 horas, no campus de Gambelas da Universidade do Algarve.

Segundo comunicado do Sindicato Nacional do Ensino Superior, estes docentes “receberam no dia 19 a notícia de que serão pagas em agosto as progressões remuneratórias a todos os que que, entre 2010 e 2015, obtiveram classificação de excelente (18 pontos)”.

Trata-se, considera este sindicato, de uma leitura da legislação de “duvidosa legalidade e profundamente injusta”, que transforma aquele classe “em trabalhadores de segunda categoria na administração pública”.

No documento, refere-se que “poderá haver docentes que, entre 2004 e 2015, tenham acumulado 35 pontos e não irão progredir um único escalão remuneratório”, enquanto que se fossem de outra carreira, “progrediriam 3 escalões”.

Leia também:

GNR detém mulher e apreende mais de 800 doses de heroína e cocaína

PSP de radar em punho (julho)

Ofertas de emprego para o Algarve (20 de julho)

(Visited 115 times, 1 visits today)
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.