PJ detém suspeito de incêndio

A Polícia Judiciária (PJ) deteve, no âmbito de uma investigação dirigida pelo Ministério Público de Loulé, um homem pela presumível autoria de um incêndio florestal.

Esta força de investigação considera o agora detido suspeito de, no passado dia 1 de setembro, munido com um isqueiro, ter ateado “três focos distintos, distantes entre si cerca de 20 metros, vindo a provocar um incêndio de grandes proporções, que consumiu entre 20 a 25 hectares de sobreiros e oliveiras”.

O home, de 29 anos de idade, servente de pedreiro, vai ser presente a interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Leia também:

Incêndio destrói cabeleireiro

Explosão resultante de fuga de gás faz dois feridos

“Infraestruturas de Portugal” impede Câmara de Lagoa de limpar e embelezar rotundas

(Visited 139 times, 1 visits today)
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.