Polícia Marítima ‘ataca’ pesca ilegal na Ria Formosa

pub
pub

A Polícia Marítima (PM) de Olhão efetuou uma ação de fiscalização no interior da Ria Formosa com o objetivo de fiscalizar as diversas atividades que aí se desenvolvem, em especial as de pesca, dirigidas à captura de espécies que, a coberto da noite, são levadas a cabo de forma ilícita com recurso a artes proibidas ou exercidas em locais proibidos.

No decorrer da operação, informa a Autoridade Marítima, em comunicado, foi detetada uma embarcação em atividade de pesca utilizando uma arte localmente conhecida por arrasto de vara que é considerada proibida.

Aquele organismo adianta que embora não tenha sido possível intercetar a embarcação, que se colocou em fuga ao aperceber-se da presença da Polícia Marítima, “foi apreendida a arte verificando-se a existência de diversas espécies capturadas, no peso estimado de 12 Kg”.

Entre elas “foi possível constatar a existência de vários exemplares de cavalo-marinho, tendo sido imediatamente devolvidos, ainda com vida, ao seu habitat natural, juntamente com as outras espécies capturadas”.

Prosseguem agora investigações, com vista a identificar a embarcação em causa.

A Autoridade Marítima adianta que “comportamentos são punidos como contraordenação, com coima de € 598,56 a € 37 409,84, sem prejuízo da eventual responsabilidade criminal, no caso de captura de espécies protegidas”.

 

Leia também:

62 detidos e mais de 4 mil de doses de droga apreendidas em festival de música

Veículos destruídos em incêndio

Oferta de emprego para a Universidade do Algarve

(Visited 226 times, 1 visits today)
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub

pub

pub

pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.