25 escolas de Portimão evacuadas em exercício de proteção civil

Esta segunda-feira foi levado a cabo em Portimão um exercício de proteção civil, que envolveu milhares de participantes.

A principal iniciativa consistiu na evacuação de um total de 25 estabelecimentos de ensino, sendo, dessa forma, testado, na prática, o trabalho de preparação realizado diariamente nas escolas do concelho no âmbito do Programa Municipal de Sensibilização “A Escola e os Riscos… Preparar para Proteger!”.

O resultado foi muito positivo, uma vez que, de forma organizada e serena, em menos de 3 minutos toda a comunidade escolar estava nos respetivos pontos de encontro.

No final, a presidente da Câmara, Isilda Gomes, entregou kits de emergência infantil e pediu às crianças de “transportassem” a mensagem para o seu agregado familiar, assegurando que os mesmos sejam replicados para cada membro da família.

No decorrer da operação, pelas 11h05, foi ouvido o som da primeira de várias sirenes do futuro sistema de aviso à população para o risco de tsunami.

Este equipamento, cedido gratuitamente ao Município de Portimão pela empresa AQUECIND, tem sido alvo de vários testes ao seu funcionamento e resiliência, sendo monitorizado, ao longo das 24 horas, pelo Centro Municipal de Proteção Civil e Operações de Socorro.

Este último teste, que se afigurou fundamental para perceber a adequabilidade e área de influência/propagação do som no pior cenário (vento do quadrante oeste) aferindo o estudo apresentado pela empresa e identificando os aspetos a aperfeiçoar em função da finalidade a que se destina este projeto pioneiro na região.

A iniciativa local visa corresponder ao desafio de “avisar”, na sequência de um alerta de tsunami pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera, todos quantos se encontrem permeáveis a este risco e os próximos passos serão:

  • Instalar sinalética universal nos locais de risco e identificar as acessibilidades a zonas seguras para a população, com base no Estudo de Risco Sísmico e Tsunami;
  • Ampliar a rede de sirenes por forma a abranger todas as áreas de risco no concelho (ver mapa foto em anexo);
  • Incluir a rede satélite como redundância à ligação GPRS e ligação por frequência rádio;
  • Desenvolver ações de sensibilização dirigidas à população das áreas de risco e unidades hoteleiras/restauração;
  • Produzir produtos informativos em várias línguas com orientações para a população e turistas;
  • Realizar exercícios específicos para o Risco de Tsunami envolvendo a população das áreas inundáveis.

Leia também:

Oferta de emprego para a Região de Turismo do Algarve

Oferta de emprego para fábrica

Ofertas de emprego para a EMARP

(Visited 377 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.