Tribunal de Contas dá luz verde ao arranque das obras nesta avenida

pub

A Câmara de Portimão recebeu, na passada 4ª feira, o visto do Tribunal de Contas relativo às obras de requalificação da Avenida Afonso Henriques (via de comunicação que vai desde o Largo do Dique até à rotunda das Conserveiras, perto do Museu).

A empreitada, que vai ser desenvolvida em conjunto com a Empresa Municipal de Águas e Resíduos de Portimão (EMARP), tinha sido adjudicada por 925 mil euros.

Com o visto do Tribunal de Contas fica o caminho aberto para o arranque da obra.

Na sessão da Assembleia Municipal desse mesmo dia, o vice-presidente da Câmara, Filipe Vital, disse esperar que a intervenção  tenha início “dentro de cerca de 30 dias”, depois de ser feita a consignação e da empresa em causa instalar o estaleiro.

Um dos aspetos mais relevantes da empreitada, que deverá ficar concluída no prazo de oito meses, é a substituição do empedrado existente na faixa de rodagem por tapete betuminoso.

Vão, também, ser substituídas as redes de saneamento e água e colocadas várias dezenas de árvores.

Embora esta via de comunicação tenha como alternativa a rua D. Carlos I, prevê-se que as obras se desenvolvam por fases, o que significa que nunca irá ficar totalmente fechada ao tráfego automóvel.



 

Leia também:

Portimão vai ter crematório

Duas ofertas de emprego público

Rodrigo Leão e Salvador Sobral atuam em Lagos

(Visited 775 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub
pub
pub