Obras de conservação na torre de Almedina em Silves

pub
pub

A muralha adjacente à torre 4 da Almedina, em Silves, foi alvo de obras de conservação e restauro promovidas pelo Município de Silves.

A autarquia informa que “os trabalhos, que tiveram a duração de dois meses, consistiram no preenchimento de juntas e de reposição de material pétreo na área em que a muralha havia sido cortada, aproveitando-se para rebocar o muro adjacente, construído aquando do corte, numa clara tentativa de melhorar o seu estado de conservação mas, simultaneamente, diferencia-lo do que é realmente muralha. Foi, ainda, retocado o capeamento em argamassa que consolidava a base da torre confinante”.

Adicionalmente ao mencionado, “importa referir que a finalização das áreas rebocadas – muro e base da torre – foi materializada com recurso a caiação, optando-se por uma cor areia no muro que não integra o sistema defensivo e uma tonalidade aproximada à cor do grés na base da muralha, precisamente para se diferenciar o que é património histórico do que é desprovido desse valor”.

A intervenção foi desenvolvida pelos Sectores de Conservação e Restauro e Pedreiros da Câmara Municipal de Silves dando, assim, ao conjunto uma nova imagem.

As muralhas da Almedina de Silves, que mantêm 17 das torres que a compunham, são um dos cinco monumentos nacionais que a cidade possui, e a sua presença na paisagem urbana e periurbana, um dos testemunhos mais marcantes dos cinco séculos de permanência e domínio muçulmano deste território.

LEIA TAMBÉM:

Homem detido por tentativa de violação

Duas ofertas de emprego público

HMB, Aurea, Fernando Daniel e Katia Guerreiro atuam em Lagos

(Visited 18 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub
pub

pub

pub

pub