GNR desmantela rede que burlava empresa gasolineira

O Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Faro da GNR constituiu arguidos cinco homens e duas mulheres, com idades compreendidas entre os 20 e os 50 anos, por crimes de burla qualificada e falsificação de documentos, em Faro e Olhão.

Em comunicado, a GNR adianta que no âmbito de uma investigação por burlas a uma empresa gasolineira que decorria há cerca de oito meses, “os militares efetuaram diligências policiais que permitiram apurar que os suspeitos procediam à falsificação de documentos para, através de uma plataforma online da empresa gasolineira, formalizarem contratos com a mesma e assim obterem cartões de crédito de combustível, tirando proveito do plafond inicial de combustível atribuído ao cliente. Subsequentemente, esse plafond inicial nunca era saldado, lesando assim a empresa em cerca de 7 mil euros”.

No seguimento das diligências “foi possível desmantelar uma rede de falsificação de documentos e burla, culminando na constituição de arguidos de sete suspeitos, tendo sido dado cumprimento a oito mandados de busca, sete domiciliárias e uma em veículo”.

Na sequência dessas diligências foram apreendidos: Dez cartões de crédito de combustível da gasolineira, de distintos titulares; Diversa documentação associada ao pedido de emissão dos cartões de crédito de combustível; Um computador; Dois computadores portáteis; Dois tablets; Três pen drives; Um disco interno e Sete telemóveis.

LEIA TAMBÉM:

Submarino deteta 280 quilos de droga à deriva no mar

Onze detidos por burlas informáticas superiores a meio milhão de euros

Veja onde vai estar a PSP com o radar

(Visited 122 times, 1 visits today)
pub
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev