Vai ser assim o 25 de Abril em Loulé

As celebrações do Dia da Liberdade voltam a ter em Loulé um palco especial e este ano, no dia 25 de abril, a cultura vai estar em destaque num programa comemorativo que contará com a inauguração do novo espaço da Casa da Cultura de Loulé.

O dia começa com o tradicional hastear da Bandeira Nacional, na Praça da República, com a participação dos Bombeiros Municipais e da Banda Filarmónica Artistas de Minerva.

A partir das 10h30, no Cineteatro Louletano, a Assembleia Municipal de Loulé promove uma sessão comemorativa da Revolução. Este momento, aberto ao público, terá como convidado o jornalista Carlos Albino, figura que esteve diretamente ligada ao desenrolar dos acontecimentos do dia 25 de abril de 1974, por ter sido o responsável pela emissão da senha do início das operações militares que iriam derrubar o regime ditatorial, através do Programa Limite, na Rádio Renascença.

A leitura gravada da primeira estrofe da canção “Grândola, Vila Morena”, de José Afonso, confirmou o golpe e o avanço das forças armadas. E é com o pensamento nesse dia que este louletano fará uma alocução sobre “As instituições democráticas”. A sessão contará ainda com intervenções dos presidentes do Município, Vítor Aleixo, da Assembleia, Carlos Silva Gomes, e dos representantes dos partidos com assento parlamentar. Os discursos serão intercalados por apontamentos musicais protagonizados pelo Grupo Music Kid e por elementos do Coro de Câmara e Coro das Seis do Conservatório de Música de Loulé.

Às 17h00 é inaugurada a obra de reabilitação do edifício do antigo Atlético Sporting Clube, que passará a ser a nova “casa” da Casa da Cultura de Loulé. O imóvel, localizado na Rua 5 de Outubro (“Rua das Lojas”), foi alvo de uma requalificação, permitindo criar na cidade mais um espaço virado para as atividades culturais.

As comemorações dos 48 anos da Revolução dos Cravos encerram com “Cantigas de Maio”, no Cineteatro Louletano, pelas 21h00. Em estreia nacional, o contrabaixista Bernardo Moreira faz uma homenagem a autores que marcaram a história social, política e cultural do país, como José Afonso, Fausto Bordalo Dias, Vitorino Salomé, Sérgio Godinho, José Mário Branco, e outros, trazendo músicos de nova geração. Entre eles, João Neves um dos cantores mais promissores na cena musical portuguesa.

Paralelamente a Biblioteca de Loulé associa-se a estas celebrações para promover a atividade pedagógica para a comunidade escolar – Saber + a Ler – com um ciclo de ateliês temáticos que focam o Dia da Liberdade, nos dias 21, 22, 25 e 27 de abril, bem como um concerto colóquio com Filipa Pais e Octávio Fonseca de homenagem a José Afonso, no dia 30, às 21h00.

LEIA TAMBÉM:

Comédia do Boa Esperança vai ‘virar’ filme

Os eventos que pode ver em Lagos

Presidente da Câmara de Lagoa reivindica mais uma Unidade de Saúde Familiar para o concelho

(Visited 128 times, 1 visits today)
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev