Velho espaço dá lugar a modernos campos de padel

pub

(Esta reportagem também pode ser lida na edição impressa do Portimão Jornal ou, online, aqui)

O velho e degradado espaço de jogos situado no Centro Comunitário de Alvor foi transformado num moderno complexo de padel, composto por quatro campos.

A intervenção foi levada a cabo por Tomas Carlsson, que fez carreira no setor financeiro, mas que há alguns anos, ao reformar-se, trocou o frio da Suécia, de onde é natural, pelo calor algarvio.

Por, no seu país, “a prática do padel ser um autêntica loucura, em termos de número de praticantes e entusiasmo”, resolveu dedicar-se a desenvolver a modalidade na região, através da gestão de campos de padel na Praia da Luz, no concelho de Lagos.

Mais recentemente resolveu fazer “um investimento considerável” e criou o Alvor Padel Club.

Com óbvias semelhanças com o ténis, este é, no entanto, “um desporto mais fácil, que pode ser praticado por pessoas de todas as idades”, diz Tomas Carlsson.

Desde logo porque os campos têm menores dimensões, depois porque as partidas são sempre disputadas por quatro pessoas (duas duplas). E, ao contrário do ténis, no padel, os jogadores podem bater as bolas contra as paredes.

Também não parece ser um desporto especialmente caro. O aluguer de um campo fica por 20 euros por hora, ou seja, cada pessoa apenas desembolsa 5 euros.

Quanto às raquetes, existem modelos para todos os gostos e bolsas, mas quem não quiser comprar pode também alugá-las no local. O mesmo pode ser feito em relação às bolas e equipamento.

Modalidade com cada vez maior número de praticantes

Para além da construção dos quatro campos, o empresário investiu na melhoria das condições de uma ala do Centro Comunitário, em especial nos balneários e num espaço de convívio e lazer que pode ser utilizado pelos jogadores.

Quem queira experimentar mas não conhece as regras nem as técnicas da modalidade também pode inscrever-se em aulas a cargo de instrutores do Alvor Padel Club.

Aberto há poucos meses, o espaço já conta com um razoável número de frequentadores, portugueses e estrangeiros, que, sobretudo pela manhã ou ao fim da tarde, ali vão mostrar os seus dotes de ‘grandes’ jogadores de padel.

A frequência aumentou consideravelmente durante agosto, com a procura por parte de turistas nacionais e estrangeiros.

As redes sociais são muito utilizadas por Tomas e a sua equipa para ligar os adeptos do padel e combinar partidas e pequenos torneios.

Uma das próximas formas de dar a conhecer a modalidade passa por “iniciativas junto das escolas e das instituições locais, através das quais queremos mostrar as vantagens desta prática desportiva”.

Mas, sendo o Algarve uma região essencialmente turística, também pretende promover aquele espaço junto de unidades de alojamento da região, “fazendo pacotes que incluam a prática de padel durante a estadia dos visitantes no concelho”.

Nos últimos anos, a modalidade tem tido uma evolução bastante acentuada no nosso país, estimando-se que, atualmente, seja praticada, de forma regular ou pontual, por mais de 100 mil pessoas.

(Esta reportagem também pode ser lida na edição impressa do Portimão Jornal ou, online, aqui)

LEIA TAMBÉM:

Homem em dificuldades na praia

Portimão quer nova ponte de ligação ao concelho de Lagoa (com VÍDEO)

Carminho e Mário Laginha em novo festival no Algarve

 

 

……………….

 

VÍDEO EM DESTAQUE
Portimão quer nova ponte sobre o rio Arade

 

 

 

 

 

(Visited 39 times, 1 visits today)
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev