Falso polícia fica em prisão preventiva

Ficou em prisão preventiva o homem que, alegadamente, se fazia passar por polícia e que foi detido pela Polícia Judiciária de Portimão.

A medida foi requerida pelo Ministério Público de Faro e determinada por um juiz do Tribunal de Portimão após o detido ser sujeito a primeiro interrogatório.

O homem está, de 48 anos de idade, indiciado está indiciado pelos crimes de violação, detenção de arma proibida e de dano.

Segundo revela o Ministério Público, em junho de 2022, por volta das 21.30h, o homem telefonou a uma mulher de 35 anos, estrangeira, que se dedicava à prostituição e combinou com ela um encontro numa casa em Portimão.

Depois, no interior de um quarto, o homem, que trabalha na restauração, “identificou-se como sendo polícia, exibiu uma pistola e algemas, apoderou-se dos documentos de identificação da mulher e, com recurso a uma almofada para carimbos, colheu as impressões digitais daquela, as quais estampou num impresso com o logotipo do SEF. De seguida, manteve sexo oral e vaginal com a mulher. Por fim, retirou-lhe o cartão SIM do telemóvel, partiu-o e disse-lhe que deveria manter silêncio porque o que fazia era crime; acrescentou, que se mantivesse com ele relações sexuais não a entregaria a SEF”.

……………….

VÍDEO EM DESTAQUE
O Paraíso à distância de 300 degraus

ASSISTA AQUI A OUTROS VÍDEOS SOBRE O ALGARVE

LEIA TAMBÉM:

O recanto ‘secreto’ de Portimão (com VÍDEO)

Os eventos que vão animar o Algarve em novembro

Ofertas de emprego no Algarve

(Visited 67 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev