Recuperação de edifício histórico custa mais de 2 milhões de euros

pub

A Câmara de Loulé adjudicou a empreitada de reabilitação da Casa da Música Nova. A intervenção vai custar 2,3 milhões de euros e o prazo de execução é de 540 dias.

Este é o desenrolar de um processo antigo, que teve um primeiro passo importante em 2008, quando a autarquia resolveu adquirir o imóvel por 446 mil euros.

Seguiu-se um demorado processo de definição do que deveria ser o destino do edifício e a elaboração do respectivo projecto de execução, o qual só ficou concluído e aprovado em Setembro do ano passado.

Ao concurso, lançado posteriormente, concorreram 21 empresas, tendo acabado por ser escolhida a Costa & Carreira.

O imóvel em causa é um edifício senhorial, composto por dois pisos e logradouro. Está classificado no PDM de Loulé como edifício de “Interesse Concelhio” e durante vários anos nele funcionou a “Casa da Música Nova”, a sede da Sociedade Filarmónica “Artistas de Minerva”.

O objectivo da Câmara é que esta ligação se às artes se mantenha, pelo que está previsto que volte a acolher a Banda Filarmónica “Artistas de Minerva” e que também funcione como sede do Conservatório de Música de Loulé. Irá, ainda, funcionar como Auditório Municipal.

Leia também:

Loulé recebe concerto da Orquestra Clássica do Sul

Subscreva a nossa Newsletter 

(Visited 487 times, 1 visits today)
pub

pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub

pub

pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.