Prisão preventiva para suspeito do assassínio de uma jovem

pub

Já está em Portugal e foi hoje presente ao Tribunal de Lagos, para primeiro interrogatório, o romeno suspeito de ter raptado e assassinado a filha da sua companheira, em Aljezur, em Dezembro de 2014.

No final, o juiz decretou como medida de coacção a prisão preventiva.

O Ministério Público da Unidade de Lagos do Departamento de Investigação e Acção Penal de Faro diz existirem suspeitas de que “o arguido raptou e matou” a jovem, de 17 anos de idade, “desferindo-lhe golpes na cabeça com um instrumento contundente. Terá, também, escondido o corpo e tentado apagar os vestígios do crime.”

De seguida, o homem deixou Portugal e regressou à Roménia, de onde é natural e onde foi, agora, detido no âmbito de um mandado de detenção europeu emitido pelo Ministério Público.

Leia também:

Ministério Público avança com acusação contra ex-autarcas de Portimão

(Visited 343 times, 1 visits today)
pub
pub

pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub

pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.