Turismo algarvio começa a ser afectado pelo Brexit

O Brexit e a desvalorização da libra estão a fazer com que haja menos turistas britânicos a virem ao Algarve. O boletim de Julho da Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos (AHETA) relativo às taxas de ocupação das unidades hoteleiras já dava conta de uma quebra de 17,4% e os resultados preliminares de Agosto vão no mesmo sentido, com uma diminuição de 16,3% do mercado britânico.

Apesar disso, em termos gerais, os resultados de Agosto foram muito bons, com as taxas de ocupação dos hotéis a atingirem os 93,9%, ao nível do mês homólogo de 2016.

A compensar a quebra de britânicos esteve o aumento de turistas portugueses (+10%), mas também o mercado alemão teve uma evolução muito positiva, com um crescimento de 4,6%.  Igualmente em alta estiveram mercados como o francês, belga, dinamarquês e italiano.

Na vertente da facturação houve, igualmente, boas notícias para os hoteleiros algarvios que viram as suas receitas aumentarem 3,8%.

Por zonas geográficas, as maiores subidas ocorreram nas zonas de Faro / Olhão (+4,1%) e Carvoeiro / Armação de Pêra (+2,3%). A maior descida foi verificou-se em Vilamoura / Quarteira / Quinta do Lago (‑3,1%), enquanto Albufeira, a principal zona turística do Algarve, registou uma subida de 1,7%.

Em termos acumulado, e de acordo com as contas da AHETA, desde o início do ano, a taxa de ocupação quarto regista uma subida de 2,2% e o volume de negócios um crescimento acumulado de 9,1%.

Leia também:

Ofertas de emprego para o Algarve (4 e 5 de Setembro)

Duas ofertas de emprego para agrupamento escolar

Quatro ofertas de emprego para Agrupamento Escolar

(Visited 170 times, 1 visits today)
pub
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.