Olhanenses passaram “cartão vermelho” a campanha “desastrosa e desonesta”

pub
pub
pub
pub

O reeleito presidente da Câmara de Olhão, António Miguel Pina, aproveitou o seu discurso de tomada de posse para dizer que a população local passou um “cartão vermelho” a alguns dos seus adversários políticos e a grupos a eles ligados que fizeram uma campanha “desastrosa, desonesta, diria mesmo a raiar o rancor, a calúnia e a ofensa pessoal”.

A maioria absoluta que conseguiu significa também, na sua opinião, uma “responsabilidade absoluta”.

O mandato que agora se inicia vai pautar-se pela continuidade, “porque iremos orientar a nossa actuação pelos mesmos valores que presidiram os últimos quatro anos, os valores do desenvolvimento, da solidariedade e da transparência”, mas também pela mudança, porque “iremos cumprir os cinco eixos do nosso programa eleitoral e as 40 medidas preconizadas, que irão transformaram o nosso concelho”.

O executivo municipal passa a contar com 5 elementos eleitos pelo PS: António Miguel Pina, Gracinda Rendeiro, Carlos Martins, António Camacho e Elsa Parreira e por 2 da coligação PSD/MPT/PPM: Luciano Jesus e Daniel Santana.

A sessão, que decorreu na Segunda-feira, 23 de Outubro, contou, também, com a tomada de posse na Assembleia Municipal de 11 membros do PS, 6 da coligação PSD-PP-MPT-PPM, 2 do Bloco de Esquerda e 2 do PCP-PEV, para além dos 4 presidentes das Juntas de Freguesia, membros por inerência deste órgão. A presidência da Mesa é assegurada por António Cabrita que, a seu lado vai ter Alberto Mestre (1º secretário) e Domitília Matias (2ª secretária), todos eleitos pelo PS.

  Leia também:

257 ofertas de emprego para o Algarve

PSP de radar em punho

Vem aí a Feira de Santa Iria

(Visited 210 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub
pub
pub
pub
pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.