Homem condenado a 16 anos de prisão por matar a mãe

O tribunal colectivo do juízo central criminal de Faro condenou, esta Terça-feira, a uma pena de 16 anos de prisão um homem pela prática de um homicídio qualificado.

Segundo informação do Ministério Público de Faro, os factos que estão na base desta condenação remontam à noite de 18 de Janeiro de 2017.

O tribunal deu como provado que “o arguido, de 66 anos de idade, funcionário das Finanças aposentado e dirigente de um clube desportivo de Loulé, matou a mãe, de 93 anos de idade, na casa onde ambos viviam, naquela cidade. Depois, limpou os vestígios e deitou a vítima na cama, alegando perante os amigos, o INEM e as autoridades que a encontrara já morta”.

Leia também:

Ofertas de emprego para autarquia algarvia

Câmara de Portimão chumba proposta sobre a EN 125 e a Via do Infante

Ana Bacalhau actua em Olhão

(Visited 119 times, 1 visits today)
pub
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.