Burlam idoso em mais de 340 mil euros

O Ministério Público acusa duas mulheres e um homem de burla de valor superior a 340 mil euros a um idoso.

As duas mulheres, que são mãe e filha, com a ajuda de um homem, terão burlado o idoso, de 90 anos de idade, que vivia sozinho no concelho de Albufeira, ficando com muito do seu dinheiro e passando para os seus nomes propriedades que tinha.

De acordo com a acusação do Ministério Público, as duas mulheres, com a ajuda de um afilhado do idoso, foram, aos poucos, ganhando a sua confiança e, valendo-se do burlado não saber ler nem escrever, ” levaram-na a assinar procurações a seu favor, contratos-promessa de compra e venda de imóveis, registos de transmissão de imóveis e de um automóvel e recibos de quitação”.

Para além disso, e segundo a acusação, “terão levantado dinheiro das suas contas bancárias e pediram-lhe elevadas quantias a título de empréstimo, sem qualquer intenção de lhas devolverem. A própria casa onde o ofendido vivia deixou, por esse modo, de ser sua”.

As duas mulheres, de 54 e 22 anos de idade, e o homem, de 66 anos de idade, vão agora ser julgados em tribunal, acusados da prática de crimes de burla, burla qualificada, falsas declarações, falsificação de documento, abuso de confiança e furto. É, também, acusado um homem de 63 anos, advogado, pela prática de crimes de falsificação de documento.

Leia também:

PSP de radar em punho (Maio)

Câmara de Lagoa disponível para pagar rotunda na EN 125

Oferta de emprego para Câmara algarvia

(Visited 225 times, 1 visits today)
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.