Proteção Civil de Loulé preparada para época de incêndios

O Município de Loulé, através do seu Serviço de Proteção Civil, Segurança e Florestas, vai levar a cabo um conjunto de reuniões operacionais durante os meses de julho, agosto e setembo, ou seja, durante o período critico estabelecido para os incêndios florestais.

Estas reuniões têm como principal objetivo a interligação permanente e a partilha de informação e monotorização entre as entidades e serviços que a nível municipal constituem ou colaboram no dispositivo para a Defesa da Floresta Contra Incêndios, estando prevista a realização de 7 reuniões no período de 1 de julho a 30 de setembro.

Além do executivo municipal e do Serviço Municipal de Proteção Civil, estão presentes neste fórum quinzenal a Guarda Nacional Republicana, Bombeiros, Equipa Municipal de Intervenção Florestal, Associação de Produtores Florestais da Serra do Caldeirão, Exército Português, representante das Associações e Clubes de Caça do Concelho, Juntas de Freguesia e Unidades Orgânicas da Câmara Municipal com intervenção nesta matéria.  

De acordo com o Instituto da Conservação da Natureza e Florestas, no Algarve é o município de Loulé que tem o maior número (141) de aldeias e aglomerados integrados nas 4 freguesias – Alte (33), Ameixial (16), Salir (54) e União de Freguesias (38) – consideradas com o primeiro grau de prioridade no âmbito Defesa da Floresta Contra Incêndios.

Leia também:

Câmara de Portimão prepara obras no Parque da Juventude que vão custar mais de 800 mil euros 

Incêndio obriga à evacuação de 80 pessoas de prédio

O adeus ao velho Hotel Golfinho

(Visited 114 times, 1 visits today)
pub
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.