Albufeira homenageou Carlos Silva e Sousa

pub
pub

Albufeira prestou homenagem ao malogrado presidente da Câmara Carlos Silva e Sousa que faleceu, vítima de doença súbita, em 23 de fevereiro último.

A sessão solene do Dia do Município, que teve lugar na manhã desta segunda-feira, 20 de agosto, foi quase por completo dedicada a recordar e homenagear o autarca precocemente desaparecido.

Carlos Silva e Sousa foi agraciado, a título póstumo, com a Medalha de Honra de Albufeira, a qual foi entregue à sua viúva pelo atual presidente da Câmara, José Carlos Rolo, e pelo nº 1 da Assembleia Municipal, Paulo Freitas. O seu retrato foi colocado na galeria dos presidentes da Câmara e foi apresentado um livro sobre a sua vida e obra.

Na sua intervenção, José Carlos Rolo qualificou o homenageado como “um amigo, um homem bom, arrojado, lutador e que sonhou com o futuro”. Um sonho que, garantiu, a autarquia vai continuar a tentar transformar em realidade. Por exemplo, “o plano de drenagem está em andamento, encontrando-se na sua fase final as sondagens do terreno por onde irá passar o túnel”.

No que diz respeito à habitação, “pegámos nos planos de Carlos Silva e Sousa e iremos ampliá-los”. Nesse sentido, “estamos a identificar terrenos para que dentro de muito pouco tempo nasçam em cada zona do concelho, 20 a 30 novas habitações de caráter social”.

A equipa que dirige também está a procurar um terreno no qual possa ser instalado um parque industrial e comercial que “sirva para aumentar a diversidade económica do concelho, tornando-o, assim, mais sustentável”. Também a curto prazo prevê apresentar “um novo plano de reabilitação de espaços urbanos”.

O presidente da Assembleia Municipal, Paulo Freitas, apresentando-se visivelmente emocionado, lembrou a figura de Carlos Silva e Sousa, “um homem que deixa marcas na cidade, no concelho e na vida de todos nós”. Para si foi “um amigo, um mentor, um irmão”, alguém que tinha alegria em viver, que gostava de divertir-se e de ver o lado positivo de tudo.

A ilustrar isso, lembrou alturas em que estavam em desacordo e discutia com Carlos Silva e Sousa que, pacientemente, o deixava desabafar. Passados alguns minutos perguntava-lhe “já está, já acabaste? Então vamos lá fumar um cigarro”. Iam, acabava a discussão, “ele sorria, naquela sua maneira muito discreta de levar a vida, e dizia-me para descontrair”.

Também o Presidente da República não quis deixar de se associar a esta homenagem a Carlos Silva e Sousa, tendo enviado uma mensagem na qual destaca a sua “personalidade integral e multifacetada” e a forma como “se dedicou como poucos à salvaguarda da nossa cultura, da nossa economia, da justiça social”. Marcelo Rebelo de Sousa mantém dele, também, a recordação “do aluno de há tantas décadas, o amigo leal, o colaborador devotado e teimoso e o trabalhador incansável e apaixonado”.

As cerimónias do Dia do Município terminam esta noite com um concerto da banda Resistência, a ter lugar na Praça dos Pescadores, a partir das 22h30.

Leia também:

Três ofertas de emprego para Câmara algarvia

Bombeiros combatem incêndio

Edifício da antiga Lota de Portimão vai ser reabilitado

(Visited 291 times, 1 visits today)
pub

pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub

pub

pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.