Alvaro Giesta vence 4ª edição do Prémio Literário de Poesia Manuel Neto dos Santos

A obra “Húmus”, do poeta Alvaro Giestas, pseudónimo literário de Fernando António Almeida Reis, foi a vencedora da 4.ª Edição do Prémio Literário de Poesia Manuel Neto dos Santos, criado pela Arandis Editora para homenagear este poeta algarvio, por ocasião das comemorações do XXV aniversário de actividade literária.

O júri decidiu ainda atribuir uma Menção Honrosa à obra “Os Absurdos Sinais das Palavras”, do poeta Carlos Elavai Vieira.

Poeta, ficcionista, editor gráfico e coordenador literário, escreve também ensaio e recensão, o vencedor deste ano  é natural de Numão, concelho de Foz Côa (1950). Seguiu a carreira militar na GNR aposentando-se em 2010 no posto de Sargento-Mor.

Concebeu, fundou e é proprietário desde 2013, da revista literária impressa A Chama – Folhas Poéticas, de que foi editor e director até 2015, estando desde esta data a publicação da mesma suspensa por decisão editorial. Foi cronista residente da BIRD Magazine, onde escreveu ensaio e crónica; publica crónica e poesia no jornal online ROSTOS

É autor de dez obras poéticas, Onde os Desejos Fremem Sedentos de Ser, 2011, Há o Silêncio em Volta, 2012, Meditações sobre a Palavra, 2012, O Retorno ao Princípio, 2014, Um Arbusto no Olhar, 2014, Oblíquo é o Tempo, 2015, O Discurso dos Pássaros, 2015, e Sobre o Rosto do Corpo, 2016, uma produção bilingue Português-Castelhano e de um livro de contos Entre nós, CUMPLICIDADES, 2015.

Publicou em poesia, O Pranto dos Loucos Lúcidos integrado no projecto literário Colecção de Poesia “Preto no Branco”, pela Temas Originais, Coimbra, em 2017. No prelo, a integrar a colecção Poieses pela In-Finita Lisboa, tem a obra poética O Sereno Fluir das Coisas, com lançamento previsto para Outobro de 2018.

É, ainda, co-autor em cerca de quatro dezenas de antologias de poesia e conto em Portugal, Brasil e Roménia, com relevância para as de poesia, subordinadas a temáticas  e trabalha num projecto de investigação crítica à obra de Pascoaes sobre a problemática da Metafísica da Saudade, que pretende seja publicado em breve.

Os vencedores das anteriores edições do Prémio Literário de Poesia Manuel Neto dos Santos foram: João Morgado – Covilhã (1.ª edição); Filomena Sequeira – Alcantarilha (2.ª edição) e Sílvio Silva – Lordelo (3.ª edição).

Leia também:

Mais mortes nas estradas algarvias

Apartamentos algarvios são os mais caros do país

António Zambujo atua em Lagoa

(Visited 164 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub
pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.