Investigação do roubo das armas de Tancos chega ao Algarve

O Ministério Público anuncia que coadjuvada com a Polícia Judiciária, procedeu, hoje, a várias detenções relacionadas com o roubo das armas de Tancos.

Em comunicado, aquele organismo informa que “entre os detidos estão militares da Polícia Judiciária Militar e da Guarda Nacional Republicana e um outro suspeito”. Foram, ainda, “realizadas buscas em vários locais nas zonas da Grande Lisboa, Algarve, Porto e Santarém”.

O Correio da Manhã noticia que os elementos da GNR detidos estavam colocados na região algarvia.

Segundo o Ministério Público “em causa estão factos suscetíveis de integrarem crimes de associação criminosa, denegação de justiça, prevaricação, falsificação de documentos, tráfico de
influência, favorecimento pessoal praticado por funcionário, abuso de poder, recetação, detenção de arma proibida e tráfico de armas”.

Leia também:

62 detidos e mais de 4 mil de doses de droga apreendidas em festival de música

Veículos destruídos em incêndio

Oferta de emprego para a Universidade do Algarve

(Visited 166 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.