Setor imobiliário já deu mais de 12 milhões de euros à Câmara de Lagos

pub

Até ao final de setembro, a Câmara de Lagos já tinha arrecadado 12,1 milhões de euros de Imposto sobre Transmissões Onerosas de Imóveis (IMT), receita que resulta da venda de imóveis no concelho.

Este valor vai fazer com que, seguramente, até ao fim do ano, o município ultrapasse o total da verba recebida o ano passado, que foi de 12,7 milhões de euros, e que já tinha representado um aumento considerável face aos 11,2 milhões de 2016.

Estes dados confirmam que o setor imobiliário no concelho continua em alta, não havendo indicadores que sugiram que a retoma que teve início em 2012 terá chegado ao seu ponto máximo.

Este é, de resto, um panorama que se verifica na generalidade do país. Ainda recentemente, no decorrer de uma sessão sobre habitação e alojamento local, levada a cabo pela Assembleia Municipal de Lagos, Reinaldo Teixeira, um dos vice-presidentes da Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (APEMIP), revelou que as previsões daquela entidade são de que este ano haja um aumento das transações no setor imobiliário na ordem dos 20%.

Leia também:

Ofertas de emprego para a EMARP

O que vai acontecer em Lagos

Câmaras contratam empresas para irem cobrar milhões ao fisco

(Visited 184 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub
pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.