Bienal ibérica do património cultural em Loulé

Loulé vai ser a cidade anfitriã da AR&PA – Bienal Ibérica do Património Cultura em 2019, sucedendo a Valladolid. Em outubro de 2019 a cidade algarvia irá acolher este evento nascido da fusão da Bienal de la Restauración y Gestión del Patrimonio AR&PA que acontece em Valladolid desde 1998, com a Feira do Património, certame criado em 2013, em Portugal.

Valorizar e dar visibilidade ao setor do património cultural e unir neste fórum vários agentes, nomeadamente da área da museologia, reabilitação urbana, conservação e restauro, ateliers de design e arquitetura, projetos de cooperação internacional, entre outros, para um debate alargado, é o objetivo deste certame.

A Bienal contará com um programa cultural, com destaque para iniciativas pedagógicas dirigidas aos mais novos e à comunidade escolar, na área da educação patrimonial.

Este evento ocorre de forma alternada entre Portugal (sempre itinerante, nos anos ímpares) e Espanha (em Valladolid, nos anos pares). No ano 2017, o primeiro ano deste formato ibérico, a cidade de Amarante acolheu o evento, seguindo-se agora Loulé como palco da Bienal.

Este ano, entre 8 e 11 de novembro, 32 entidades portuguesas nas áreas da conservação e restauro, formação, direções regionais de cultura, fundações, comunidades intermunicipais, projetos integrados de base territorial, empresas de gestão patrimonial, autarquias e entidades regionais de turismo estiveram representadas em Valladolid. Pedro Pimpão, vice-presidente do Município de Loulé, marcou presença no momento da apresentação da edição de 2019, em Loulé, desta Bienal.

Leia também:

Juntas de Ferragudo e Estômbar/Parchal ganham novas instalações

Ofertas de emprego da semana

Taxa turística vai avançar em Portimão

(Visited 76 times, 1 visits today)
pub
pub

pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev