Câmara de Lagoa avança com medidas de apoio às famílias, empresas e terceiro setor

pub
pub

A Assembleia Municipal de Lagoa, em reunião realizada por videoconferência, aprovou as contas de 2019 da Câmara e a 1ª revisão orçamental de 2020.

O resultado líquido apurado foi de praticamente 1,8 milhões de euros, refere a autarquia em comunicado. O grau de execução total da receita foi de 104,2%, a execução da despesa fixou-se em 79% e o saldo de gerência em 14,3 milhões de euros.

No documento acrescenta-se que a verba que agora transita para 2020 vai permitir “responder às necessidades de apoio social decorrentes do momento excecional que vivemos”, através da implementação de medidas de apoio às famílias, às empresas e ao terceiro setor.

O presidente da Câmara, Luís Encarnação, destaca o facto deste ser “o sexto ano consecutivo em que o Município de Lagoa apresenta resultados positivos”.

A redução da dívida de médio e longo prazo, em cerca de 8 milhões de euros, durante este período, é outro dos resultados destacados pelo autarca.

Refere, ainda, que “estes resultados foram conseguidos, pese embora o forte investimento da autarquia em áreas como a preservação, tratamento e higienização do espaço público – assumida como primeira prioridade do Executivo Municipal, mas também nas áreas da Educação, Ação Social, Cultura e Desporto”.

As contas de 2019 foram aprovadas pela maioria dos deputados municipais, contando os 18 votos da bancada do PS, 6 votos contra (5 do PSD e 1 da CDU) e uma abstenção da deputada do Bloco.

A revisão ao Orçamento de 2020 contou com os votos favoráveis dos 18 deputados da bancada socialista e a abstenção dos 7 eleitos da oposição (PSD, CDU e BE). 

LEIA TAMBÉM:

Covid-19: Mais um caso em Portimão

Covid-19: Ponto de situação nos concelhos algarvios

Covid-19: Número de casos sobe 3%

(Visited 63 times, 1 visits today)
pub
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub
pub
pub