Covid-19: Ponto de situação em Portimão

pub

Nos dois últimos dias foram contabilizados 26 novos casos de Covid-19 no concelho de Portimão, 19 dos quais na sexta-feira e 7 no sábado, informa a Câmara local.

Isso faz com que, de acordo com as contas da autarquia, desde o início da pandemia, o número acumulado de casos seja agora de 493. Ao longo desse período, 395 das pessoas afetadas recuperaram e 5 faleceram.

Recorde-se que para não entrar na lista dos concelhos que estão sujeitos a diversas restrições, Portimão não pode ter mais de 9 casos diários, ao longo de duas semanas.

Acontece que, desde o início do corrente mês de novembro, esta linha ‘vermelha’ tem vindo a ser ultrapassada, registando-se um total de 95 casos em 7 dias, o que dá uma média de 13,5/dia.

Entretanto, ontem, o Governo aprovou, em conselho de ministros, as medidas do novo estado de emergência, que entrarão em vigor já esta segunda-feira, dia 9.

Uma das mais relevantes é a proibição de circulação na via pública entre as 23h00 e as 5h00 nos concelhos considerados de maior risco de contágio – no Algarve, nesta altura, apenas o de São Brás de Alportel faz parte dessa lista – com as exceções de pessoas que vão ou vêm do trabalho, ou que têm de sair por motivo de urgência. No entanto, nos próximos dois fins-de-semana, vigorará também uma limitação da liberdade de circulação entre as 13h00 de sábado e as 5h00 da manhã de domingo e entre as 13h00 de domingo e as 5h00 da manhã de segunda-feira.

O decreto prevê também a  possibilidade de realizar medições de temperatura corporal no acesso a: locais de trabalho; estabelecimentos de ensino; meios de transporte e espaços comerciais, culturais e desportivos.

No documento prevê-se, igualmente, possibilidade de exigir testes de diagnóstico para a Covid-19 em estabelecimentos de saúde; estruturas residenciais; estabelecimentos de ensino; à entrada e à saída de território nacional, por via aérea ou marítima; estabelecimentos prisionais, nem como noutros locais, por determinação da Direção-Geral da Saúde.

A possibilidade de requisitar recursos, meios e estabelecimentos de saúde dos setores privado e social e a mobilização de recursos humanos para reforço da capacidade de rastreamento são outras das decisões tomadas.

LEIA TAMBÉM:

Covid-19: Recorde diário no país, 82 casos no Algarve

Oferta de emprego em autarquia algarvia

O homem que conseguia levar o povo às assembleias políticas

(Visited 898 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub
pub
pub