Cineteatro Louletano com programação online

Face à decisão do Governo de prolongar o confinamento e à impossibilidade de abrir ao público, o Cineteatro Louletano vai avançar – tal como já o fizera em 2020 – com programação online em março, de acesso universal e gratuito. 

A “telecultura” arranca com “Coração Negro”, de Rosa Coutinho Cabral, estreando assim a rubrica “Cinema às quintas”, com o apoio do Loulé Film Office e curadoria de Rui Tendinha. O ciclo propõe filmes maioritariamente portugueses a cada quinta-feira de março, sessões que podem ser vistas sem pagar bilhete, através da página do Facebook do Cineteatro Louletano, entre as 20h00 e as 24h00. 

A programação online também vai dar música aos telespetadores, sons e imagens que vão viajar na rede de novo através do Facebook. É o caso dos Allcante, no sábado, dia 6, às 17h00. Um grupo que, como o próprio nome indica, se dedica sobretudo ao cante e às modas alentejanas. O “All” é de Alentejo, mas também de Algarve, de onde são originais alguns dos elementos da banda. 

Sábado ainda, dia 6, é apresentado o projeto made in Algarve: Elephant Woman. A banda foi criada por Crestin Razvan, no baixo e voz, que se juntou mais tarde a Mariana Ribeiro, vocalista principal. David Pinto nas guitarras e Davide Nascimento na bateria, juntamente com Miguel Guerreiro nas teclas, compõem o “resto do Elefante”. The Elephant Woman nasceu em 2020, percorre diversos géneros musicais e promove o sentimento citado pela poesia lírica.

Também na música, mas a 8 de março, a partir das 19h00, os Grafonola Voadora regressam ao palco do CTL, com Napoleão Mira, para assinalar o Dia Internacional da Mulher, e a 20 de março é a vez de um outro repetente, desta vez em versão quinteto, a Orquestra de Jazz do Algarve, pelas 19h00.

No dia 13 estreia em Loulé da peça de teatro “Antes”, de Pedro Penim, pelo Teatro Praga. Uma peça que, antes da pandemia, já viajou por Paris, Barcelona e Istambul e que aborda com ironia e humor a sensação de saudade, o apego ao passado.

O mês termina também com – e sobre – teatro. A 27, às 17h00, Ricardo Neves-Neves, encenador, dramaturgo e ator, apresenta uma mensagem televisionada a assinalar o Dia Mundial do Teatro. E não ficará a falar sozinho. Às 19h00, juntam-se-lhe a Ao Luar Teatro, Figo Lampo, Folha de Medronho e Mákina de Cena, que também apresentam mensagens a propósito deste dia tão especial, fechando assim a programação neste mês que antecipa a Primavera. 

LEIA TAMBÉM:

28 ofertas de emprego

Bombeiros de Portimão apagam fogo em lar

Mulher ferida em acidente

(Visited 15 times, 1 visits today)
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev