Armas apreendidas a suspeito de violência doméstica

O Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Especificas do Faro (NIAVE) da GNR apreendeu, ontem, dia 18 de março, armas proibidas, no âmbito de um processo de violência doméstica, no concelho de Loulé.

Em comunicado, a GNR adianta que durante a investigação de um processo por violência doméstica, os seus militares “apuraram que o suspeito de 39 anos agredia, injuriava e ameaçava de morte a vítima, sua ex-companheira, de 39 anos. As agressões ocorriam na presença dos filhos menores do casal, provocando-lhes um sentimento de medo, insegurança e terror”.

A posse de armas, algumas delas proibidas, levaram ao cumprimento de um mandado de busca domiciliária, que culminou com a apreensão dos seguintes materiais: Oito espingardas; 43 cartuchos de projétil único (bala); Um cartucho de zagalote; 163 munições de diversos calibres; Seis matracas; Dois bastões; Três estrelas de arremesso “shuriken”; Oito facas; Uma soqueira; Uma catana; Um sabre; Um punhal; Três espadas e uma balestra.

O homem foi constituído arguido, e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Loulé.

LEIA TAMBÉM:

Covid-19: Ponto de situação no Algarve por concelhos

A PSP está a recrutar

Homem suspeito de provocar incêndios detido pela PJ

(Visited 395 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub