António Costa veio apresentar os candidatos do PS às câmaras algarvias

pub
pub

O Partido Socialista (PS) quer continuar a ser a maior força política autárquica no Algarve e, nas próximas eleições locais, “ganhar mais câmaras municipais do que aquelas que já temos”. Esse foi o objetivo fixado pelo líder distrital do PS, Luís Graça, na sessão de apresentação dos candidatos aos 16 concelhos que ontem decorreu em Portimão.

O evento contou com a presença de António Costa, que assumiu que, para além do combate à pandemia, a grande prioridade do seu governo é “acelerar a recuperação económica do país”. No que ao Algarve diz respeito lembrou que se tratar de uma região considerada de transição e que, por isso mesmo, “tem dificuldades de acesso aos fundos comunitários”.

Pelas suas contas, para o próximo ciclo, “em condições normais teria somente direito a 478 milhões de euros”. No entanto, a negociação levada a cabo “permitiu assegurar que, devido às circunstâncias muito especiais que está a viver, tem que ter um complemento dos fundos comunitários para poder diversificar a sua base económica”.

Esse argumento acabou por ter como consequência que a região passe a contar, no próximo quadro comunitário, com “mais 300 milhões de euros” a juntar aos tais 478 milhões que já estavam garantidos.

Para o Algarve também está destinada uma verba específica do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), no valor de 200 milhões de euros, que, em boa medida, irão ser aplicados num dos bens mais valiosos e escassos que existem: a água, em investimentos ao nível da “dessalinização, melhoria das condições de captação e diminuição das fugas do sistema de distribuição”.

Mas podem chegar muitas mais verbas provenientes do PRR, uma vez que no ‘bolo’ nacional há tranches que podem ser aplicadas em qualquer uma das regiões, nomeadamente ao nível da “descarbonização dos transportes públicos ou à nova geração de políticas de habitação”.

Em representação dos candidatos, coube à anfitriã, Isilda Gomes, assumir que ela e os seu colegas estão “dispostos a dar o corpo às balas e a lutar para ganharem as eleições para o PS no Algarve”. Em jeito de resposta a alguns ataques políticos de que tem sido alvo, a autarca portimonense referiu ainda que “a democracia constrói-se não deixando que a calúnia ganhe espaço e que maledicência nos afete”.

Os candidatos à presidência dos 16 concelhos algarvios pelo PS são os seguintes:

Albufeira: Ricardo Clemente

Alcoutim: Osvaldo Gonçalves

Aljezur: José Gonçalves

Castro Marim: Rosa Nunes

Faro: João Marques

Lagoa: Luís Encarnação

Lagos: Hugo Pereira

Loulé: Vítor Aleixo

Monchique: Paulo Alves

Olhão: António Pina

Portimão: Isilda Gomes

São Brás de Alportel: Vítor Guerreiro

Silves: Luís Guerreiro

Tavira: Ana Paula Martins

Vila do Bispo: Rute Silva

Vila Real de Sto. António: Álvaro Araújo

LEIA TAMBÉM:

Banhista socorrido na Praia da Rocha

Muitas ofertas de emprego para Câmara algarvia

Jovens de Portimão em campanha por mais espaços verdes nas cidades

(Visited 657 times, 1 visits today)
pub
pub

pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub

pub