Prisão preventiva para três suspeitos de tráfico de droga no Algarve e Alentejo

pub
pub
pub

Três dos sete suspeitos de pertencerem a uma rede de tráfico de droga, que tinham sido detidos pela GNR, ficaram em prisão preventiva após serem sujeitos a primeiro interrogatório judicial.

Aos outros quatro detidos foi aplicada a medida de coação de apresentações periódicas no posto policial da área da respetiva residência.

Segundo revela o Ministério Público de Faro, e de acordo com a investigação levada a cabo, desde meados de 2021 que um dos alegados elementos da rede comprava cocaína em grandes quantidades que depois deixava num apartamento desocupado, a qual era posteriormente recolhida por um casal, que a doseava e embalava.

Uma vez cumprida essas tarefas, a droga era entregue a quatro homens que a vendiam, a 50 euros por grama, em Quarteira, Vilamoura, Boliqueime, Portimão e Beja.

Depois o desenvolvimento de uma demorada investigação, o Núcleo de Investigação Criminal (NIC) da GNR de Loulé acabou por deter, ao longo desta semana, os sete elementos e por apreender mais de 15.000 doses de droga e cerca de 40 mil euros.

LEIA TAMBÉM:

Duas mulheres feridas em acidente em Portimão

Sete ofertas de emprego para câmara algarvia

Presidente da Câmara de Lagoa reivindica mais uma Unidade de Saúde Familiar para o concelho

(Visited 313 times, 1 visits today)