Realojamento polémico volta ao plano original

O realojamento da comunidade que vive em terrenos situados junto à Marina de Albufeira deverá, afinal, ser feito no local inicialmente definido para o efeito, o Escarapão, na zona das Ferreiras.

Com efeito, na última reunião do seu executivo municipal, a Câmara de Albufeira decidiu, por unanimidade, enviar para a Assembleia Municipal o pedido de utilidade pública deste projecto, não para o terreno que tem motivado polémica, o de Malhada Velha, mas, exactamente, para o do Escarpão.

Recorde-se que este realojamento faz parte do Projecto de Inserção – Aldeia do Sanacai, promovido pela Misericórdia de Albufeira que, em determinada altura do processo, decidiu, ao contrário do que estava previsto, instalar a referida comunidade num terreno de que é proprietária e que está situado junto da povoação de Malhada Velha, nas Ferreiras.

Esta decisão apanhou de surpresa a população local, que foi em peso a uma assembleia de freguesia contestá-la. É que havia um protocolo anteriormente firmado para instalar a comunidade num terreno da Câmara, situado no Escarpão, localização que era pacífica.

A Misericórdia justificava a opção, num ofício dirigido a Câmara a pedir a declaração de utilidade pública do projecto, por o terreno em causa ficar muito isolado de qualquer núcleo urbano, ter acessos difíceis e não ser servido por transporte público.

No entanto, a nova localização apresentava uma série de constrangimentos. O maior é o facto de estar inserida na Reserva Agrícola Nacional. Por outro lado, situa-se junto à Estrada Municipal N269 (Estrada das Assumadas), ao IC1 e A22,o que coloca questões de segurança.

 Leia também:

Misericórdia de Albufeira diz que a comunidade cigana está “motivada para a mudança”

Realojamento polémico

Realojamento polémico segue para a Assembleia Municipal

Subscreva a nossa Newsletter 

(Visited 736 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub
pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.