Coligação SERVIR PORTIMÃO pede reunião extraordinária da Câmara por causa de acusação contra antigos autarcas

pub

A Coligação SERVIR PORTIMÃO solicitou a marcação urgente de uma Reunião de Câmara Extraordinária para discussão da decisão do Ministério Público de avançar com a acusação contra 21 arguidos, entre os quais dois antigos autarcas de Portimão.

Uma das deliberações que esta força política quer ver tomada no decorrer dessa reunião é que o Município se constitua como assistente no processo judicial que se segue, “com o consequente pedido de indemnização cível.” Esta é uma decisão que se prevê consensual, uma vez que, já hoje, a autarquia veio dizer que vai constituir-se como assistente.

A Coligação SERVIR PORTIMÃO diz reiterar “a sua confiança nos diversos órgãos da justiça e congratula-se pela tomada de mais um passo na busca da verdade.”

Acrescenta-se ainda, neste comunicado assinado pelo seu vereador, José Pedro Caçorino, que “são os portimonenses que continuam a pagar toda uma amálgama de actos irresponsáveis – alguns susceptíveis de configurarem a prática de crimes – onde se inclui a parte sob que versa o processo judicial em causa.”

Leia também:

Ministério Público avança com acusação contra ex-autarcas de Portimão

Prisão preventiva para suspeito de homicídio de uma jovem

(Visited 393 times, 1 visits today)
pub

pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub

pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.