Barco rebocado por constituir perigo para a navegação

pub
pub

O Comando-local da Polícia Marítima (PM) de Faro rebocou uma embarcação de pequenas dimensões, de convés aberto que se encontrava semi-afundada no interior das  estacarias do passadiço de madeira que dá acesso à ponte rodoviária para a Ilha de Faro.

A PM foi alertada para esta situação por populares e enviou para o local alguns elementos que confirmaram constituir a embarcação perigo para a navegação, pelo que se avançou com a sua retirada da água e reboque para junto da margem direita da Ilha de Faro.

Entretanto, a Polícia Marítima começa a desenvolver acções de preparação para a próxima época balnear. Com esse objectivo as Capitanias do Porto de Tavira e Vila Real de Santo António, em colaboração com o Instituto de Socorros a Náufragos (ISN), levaram a cabo duas sessões relacionadas com o dispositivo de segurança que vai ser aplicado nas praias.

Estas acções decorram nos dias 13 e 14 de Fevereiro e contaram com a presença da maioria dos concessionários de praia das duas localidades, cerca de 45 pessoas que, durante as sessões e depois das mesmas, puderam ver esclarecidas as dúvidas que tinham relacionadas com esta temática.

Leia também:

Veja onde vai estar a PSP com o radar

(Visited 156 times, 1 visits today)
pub

pub

pub
pub

pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.