Suspeito dos incêndios de Monchique vai ser julgado

pub

O Ministério Público do DIAP de Faro (2ª secção de Portimão) deduziu acusação para julgamento por tribunal colectivo do homem que é suspeito ser o responsável pelos grandes incêndios de Monchique, no Verão passado.

De acordo com a acusação, no dia 3 de Setembro de 2016, o arguido, de 49 anos de idade, “ateou sete fogos na zona de Monchique, no Algarve”. Para o efeito, “terá parado o seu carro várias vezes ao longo da estrada e pegado fogo a mato seco com um isqueiro.”

Ainda segundo a acusação, “os fogos que o arguido ateou provocaram vários incêndios, alguns de grande dimensão, que consumiram milhares de hectares de mato e floresta, ocasionaram prejuízos de diversos milhões de euros e obrigaram à evacuação de dezenas de residentes e de hóspedes e funcionários de um hotel. No seu combate estiveram envolvidos cerca de 1700 bombeiros, 200 militares, 570 veículos, helicópteros, aviões médios e aviões bombardeiros.”

O inquérito foi dirigido pela secção de Portimão do DIAP, com a investigação delegada na Polícia Judiciária de Portimão.O arguido encontra-se em prisão preventiva.

Leia também:

Vai haver uma “revolução” em Olhão

(Visited 70 times, 1 visits today)
pub
pub

pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub

pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.