Base de Apoio Logístico de Quarteira vai custar 1,3 milhões de euros

pub

O Secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, acompanhado pelo executivo municipal de Loulé, técnicos camarários e representantes das forças de segurança e protecção civil, visitou, esta Quinta-feira, a BAL – Base de Apoio Logístico de Quarteira, uma das cinco infraestruturas do género previstas para o país.

Esta obra, que arrancou no passado mês de Outubro, nasce de um protocolo entre o Ministério da Administração Interna e Município de Loulé e irá integrar duas componentes. Servirá de base para todo o equipamento necessário para a actuação da Protecção Civil, nomeadamente em situações de catástrofe, o que poderá implicar, caso haja necessidade, o destacamento de operacionais.

Por outro lado, é aí que ficará alojado o GIPS – Grupo de Intervenção, Prevenção e Socorro, um grupo especial da Guarda Nacional Republicana vocacionado para estas áreas, que, naquele espaço, terá, em permanência, 30 operacionais. 

Para além das situações de crise, caso o Comando Nacional assim o entenda, os operacionais poderão pré posicionar-se nesta BAL, como é o caso do período que antecede a época dos incêndios, por exemplo.

No decorrer da visita, o Secretário de Estado referiu que “esta será uma das maiores bases de apoio logístico do País, com capacidade para 120 homens e mulheres”. 

Por seu lado, o presidente da Câmara de Loulé, Vítor Aleixo, justificou a escolha desta localização devido à sua “centralidade e às boas acessibilidades do Concelho, nomeadamente a proximidade da Via do Infante”.

A obra custará cerca de 1,3 milhões de euros, financiados pelo Ministério (através de fundos comunitários) e pela Autarquia. Dentro de um ano prevê-se que a BAL seja inaugurada.

 Leia também:

Veja onde vai estar a PSP com o radar

Subscreva a nossa Newsletter 

(Visited 118 times, 1 visits today)
pub

pub

pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.