A “aberração completa” da EN 125

O presidente da Região de Turismo do Algarve diz que, depois das obras, em determinados pontos, a Estrada Nacional (EN) 125 ficou “uma aberração completa.”

Em entrevista ao «Algarve Económico», Desidério Silva defende que, nesta altura, em que o Algarve está cheio de visitantes, não se deve mexer, mas que depois do Verão, “há que fazer correcções que se imponham.”

Este responsável mostra-se satisfeito com as taxas de ocupação turística que o Algarve tem tido, que são superiores às do ano passado, e com as que previsivelmente irá ter até ao fim do ano, pois, nesta altura, por exemplo, para o mês de Outubro, “já temos mais reservas do que tivemos para o mês homólogo do ano passado.”

Apesar de todos os mercados terem registado crescimento, o britânico continua a ser o mais importante. E Desidério Silva acredita que isso continuará a acontecer, mesmo depois do Reino Unido sair da União Europeia, pois os britânicos “gostam do Algarve, a marca Algarve é muito forte naquele país e, portanto, aquele será sempre o nosso principal mercado, em termos de turistas, residentes, procura e estadia.”

Leia também:

As estradas secundárias para fugir à confusão na EN 125

  Os grandes eventos e espectáculos de Agosto

Duas ofertas de emprego para autarquia algarvia

(Visited 3.038 times, 1 visits today)
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.