PJ detém profissionais de saúde suspeitos de corrupção

A Polícia Judiciária (PJ), através da sua Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC), anuncia ter realizado uma operação na zona da Grande Lisboa e Algarve, no decurso da qual “foram realizadas diversas buscas e detidos quatro profissionais de saúde, tendo sido um deles detido em flagrante delito por detenção de arma proibida.”

Esta operação teve lugar no âmbito de um inquérito em que se investiga “a prática dos crimes de corrupção activa e passiva, falsificação de documento e burla qualificada.”

A PJ suspeita que “foram criados pelos detidos cenários de prescrição de medicamentos em desconformidade com a legislação aplicável, mediante a aceitação de vantagens patrimoniais, por um lado, e, por outro, visando a apropriação indevida da comparticipação dos medicamentos, com prejuízo do SNS em vários milhares de euros.”

Os detidos, três homens e uma mulher, de 57, 50, 42 e 38 anos de idade, irão ser presentes às autoridades judiciárias a fim de serem submetidas a primeiro interrogatório judicial para aplicação de medidas de coacção.

Leia também:

Quatro ofertas de emprego para Agrupamento Escolar

Ofertas de emprego da semana para o Algarve

Ofertas de emprego para o Algarve (1 de Setembro)

Ofertas de emprego para o Algarve (31 de Agosto)

(Visited 203 times, 1 visits today)
pub
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.