Petições de grupos de cidadãos vão ser discutidas na Assembleia Municipal de Portimão

Esta sexta-feira, 27 de julho, vão realizar-se duas sessões da Assembleia Municipal de Portimão que têm como objetivo proceder à discussão e votação de petições promovidas por grupos de cidadãos.

A primeira a ser discutida (a partir das 21 horas) pelos deputados municipais tem como principal promotor Armindo Santos e pede que as sessões daquele órgão autárquico passem a ser transmitidas pela internet para que todos os cidadãos que o desejem possam acompanhar os seus trabalhos sem terem necessidade de se deslocar ao salão nobre da Câmara.

Através desta petição, os signatários pretendem ver revogada uma decisão que a própria Assembleia Municipal tomou, no dia 27 de abril, de não viabilizar esse tipo de transmissões. Conforma, na altura, o Algarve Marafado noticiou, a proposta tinha sido apresentada pela bancada do Servir Portimão, foi votada favoravelmente por todos os deputados da oposição, mas acabou chumbada pela bancada socialista.

A outra petição que vai à sessão deste órgão autárquico na sexta-feira (com discussão agendada a partir das 22h30) foi lançada por João Pires, administrador do grupo de Facebook Portimão Sempre, e propõe que “no terreno onde estava prevista a construção do complexo habitacional, turístico, comercial e desportivo de Portimão, a cargo do grupo Lena S.A., seja reservada uma parcela de área considerável desse mesmo terreno para a edificação de um grande Parque Verde de Portimão”.

Igualmente se pretende que no terreno seja reservado também um corredor que “permita no futuro a construção de uma via de acesso que, atravessando no sentido norte sul o referido terreno, possa servir de solução para o descongestionamento da via V6”.

Conforme também noticiámos na altura, a intenção da Câmara é vender este terreno, uma operação que poderá render uma verba superior a 20 milhões de euros. A presidente da autarquia assegurou, no entanto, numa anterior sessão da Assembleia Municipal, que será deixada uma faixa verde nesse terreno, que irá até, praticamente, ao Vau, mas referiu que o futuro grande parque verde da cidade ficará localizado não ali mas na zona da antiga ETAR de Portimão.

Leia também:

Três ofertas de emprego para Câmara algarvia

Piratas ‘atacam’ Olhão

PSP de radar em punho

(Visited 204 times, 1 visits today)
pub
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.