Albufeira discutiu voluntariado jovem

Albufeira acolheu nos passados dias, 22 e 23 de novembro, o IV Encontro Intermunicipal de Voluntariado, uma iniciativa organizada em parceria pela Confederação Portuguesa do Voluntariado e pelos municípios de Albufeira, Lisboa e Torres Vedras.

Focada na Juventude e no potencial transformador que esta tem na sociedade o evento contou com a intervenção de diversos especialistas na área do voluntariado, contando com a presença, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, de muitos jovens que responderam ao convite da autarquia.

O tema eleito para esta edição foi “Jovens Voluntários: Cidadania Ativa com Futuro?”, que à semelhança dos anos anteriores visou contribuir para a reflexão em torno do papel dos Bancos Locais de Voluntariado, permitiu a troca de experiências e boas práticas e a partilha de algumas das preocupações e dificuldades que estas estruturas enfrentam no dia-a-dia para desenvolver o seu trabalho e identificar possíveis soluções.

No decorrer dos trabalhos, Ana Pífaro, vice-presidente da Câmara Municipal de Albufeira destacou que foi no atual mandato que o município decidiu criar o pelouro da Cidadania e Orçamento Participativo, por considerar que “é fundamental colocar os cidadãos a participar na vida ativa do concelho, ressalvando que no âmbito da cidadania o voluntariado desempenha um papel fundamental”.

Para facilitar o processo, a Autarquia criou o projeto “Albufeira Voluntária”, que funciona como o local de encontro das instituições do concelho que necessitam de acolher voluntários e os interessados em prestar serviço de voluntariado.

O projeto, que funciona desde 2009, conta atualmente com 85 voluntários inscritos, na sua maioria pessoas em idade adulta, alguns dos quais já na fase sénior da vida, refere Ana Pífaro que revelou que “em Albufeira tem havido muita dificuldade em cativar os jovens para o Voluntariado, à exceção do episódio das cheias de 2015 em que muitos jovens participaram ativamente na ajuda às vítimas e na recuperação das zonas mais afetadas pela intempérie; no entanto não houve a capacidade para continuar a motivá-los para a prática do voluntariado”, frisou.

O presidente da Câmara Municipal de Albufeira mostrou-se satisfeito pela sala estar repleta de jovens, tendo referido que normalmente quando se fala em voluntariado associa-se sempre a situações de carência social e económica ou a catástrofes em que é urgente prestar ajuda a quem mais precisa.

Leia também:

Incêndio em loja de eletrodomésticos em Portimão

Estômbar e Ferragudo vencem Orçamento Participativo do concelho de Lagoa

Fim de ano portimonense com três dias de festa

(Visited 68 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub