Lagos mantém preço da água

A manutenção dos tarifários de água, saneamento e resíduos sólidos urbanos do concelho de Lagos foi decidida na última reunião camarária. De acordo com esta deliberação, o município irá cobrar em 2019 os mesmos valores que foram praticados em 2018 para cada um destes setores.

A proposta, acompanhada do parecer prévio emitido pela Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR), afirma de que o município deverá continuar as políticas de redução de tarifas no setor da água e promover a redução dos custos nos setores do saneamento e dos resíduos sólidos urbanos (RSU).

Deste modo, a autarquia tem inscrito nas Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2019 um conjunto de ações e de investimentos que visam melhorar a eficiência dos sistemas e, consequentemente, reduzir os gastos através da construção e substituição de condutas, da remodelação e ampliação da rede de esgotos da aquisição e substituição de contadores de água, a desativação de fossas séticas coletivas, assim como da aquisição de contentores para deposição de RSU; a substituição de viaturas; e a instalação de mais ilhas ecológicas subterrâneas.

A autarquia informa também que se mantêm-se igualmente em vigor as isenções e reduções de âmbito social e familiar, previstas nos regulamentos de água, saneamento e resíduos sólidos urbanos, das quais têm vindo a beneficiar famílias com baixos recursos económicos, pensionistas e reformados, famílias com 2 menores a cargo, famílias numerosas, famílias em que a mulher se encontre grávida, assim como instituições diversas (estabelecimentos de ensino público, instituições de solidariedade social, igrejas, autarquias, coletividades culturais, recreativas e desportivas e bombeiros).

Leia também:

Ofertas de emprego da semana 

Pescadores e GNR salvam homem em risco de afogamento

Suspeito de homicídio entrega-se à PJ

(Visited 61 times, 1 visits today)
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub