CDS quer saber se há habitações reconstruídas em Monchique

Numa pergunta dirigida ao Ministro das Infraestruturas e Habitação os deputados do CDS-PP João Rebelo, Teresa Caeiro, Patrícia Fonseca e Álvaro Castello-Branco querem saber se a tutela tem conhecimento e confirma que ainda não há qualquer habitação reconstruída em Monchique, das afetadas ou perdidas pelo incêndio de 2018 e qual o motivo para esta situação.

Os deputados do CDS-PP questionam depois se foi assegurada habitação temporária às pessoas desalojadas e querem saber quando é que começam a ser construídas as habitações e quando é que se prevê que as casas estejam concluídas e sejam entregues aos desalojados.

Os centristas lembram, em comunicado, que a pedido do seu grupo parlamentar foram já ouvidas várias entidades na respetiva Comissão Parlamentar, tendo na semana passada sido ouvido o presidente da Câmara Municipal de Monchique, Rui André.

Na altura, e questionado pelos deputados, “o autarca afirmou que os apoios à reconstrução têm estado a ser disponibilizados através do programa Porta de Entrada, mediante um protocolo assinado entre a CMM e o Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU). No entanto, considerou que os desalojados do fogo de Monchique têm servido de cobaias na implementação do Porta de Entrada”.

O autarca referiu também que “as pessoas que perderam casa conseguem melhores condições para a reconstrução se se dirigirem diretamente à banca e que das 52 casas candidatas a apoio do Estado para a sua construção ou recuperação, apenas quatro têm já apoio contratualizado”.

Leia também:

Câmara algarvia lança concurso para contratação de 70 pessoas

Substituição do passadiço da Praia da Rocha custa um milhão de euros

A PJ tem 100 vagas de emprego por preencher


OS NOSSOS VÍDEOS



OS NOSSOS VÍDEOS



OS NOSSOS VÍDEOS



OS NOSSOS VÍDEOS


(Visited 56 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev