“O Brexit é uma grande incógnita”

A Câmara de Lagos hasteou, na 2ª feira, a bandeira azul nas praias da Batata, Dona Ana, Camilo, Porto de Mós, Luz e Meia Praia. No final, a presidente da autarquia, Joaquina Matos, garantiu ao «Algarve Marafado» que, apesar dos problemas causados pelo Brexit, tem expectativas muito positivas para esta época alta turística.

Entrevista relacionada: Apoio aos bombeiros é “necessário e até obrigatório”

Que expectatvas tem para esta época alta turística?

Temos expectativas positivas. Temos estado a trabalhar com os empresários do setor para que seja um verão muito positivo, a nível turístico.

Quem passa pelo centro da cidade vê muitas esplanadas cheias. Isso significa que tem havido, este ano, um aumento do número de turistas?

As esplanadas estão cheias porque temos boa gastronomia. Os empresários têm cada vez mais a noção e a consciência de que há que valorizar a vertente gastronómica, também eles estão a trabalhar bem, com muita dedicação e esforço, estamos todos a remar no mesmo sentido.

Temos desafios grandes, como o da limpeza e só em conjunto, cumprindo cada um o seu papel, é que conseguiremos fazer face ao acréscimo de resíduos que há nesta altura e, também nesta vertente, atingir o nível de excelência que Lagos merece.

Da parte da Câmara, vai haver um reforço ao nível da limpeza, este verão?

Sim, o serviço de limpeza está a ser reforçado. Estamos, por exemplo, a fazer recolha de resíduos no centro da cidade sete dias por semana.

A limpeza é principal preocupação da autarquia?

A nossa responsabilidade para a época alta turística é sempre acrescida, em termos de infraestruturas, saneamento, água, limpeza, estamos sempre alerta e preparados para acorrer a qualquer eventualidade.

Fizemos também a nossa programação cultural, a pensar nos residentes e nos turistas, de maneira a que, também ao nível da animação, Lagos seja uma cidade atrativa.

A autêntica novela em que se transformou o Brexit está a ter consequências negativas, no que diz respeito ao mercado britânico?

Não tenho dados que me permitam dizer isso. Temos, aliás, tido um afluxo grande de britânicos no Espaço do Cidadão que querem registar-se. O senhor embaixador esteve em Lagos, fez uma sessão de esclarecimento para os naturais do seu país e tranquilizou-os dentro daquilo que é possível. Mas é certo que esta questão do Brexit é uma grande incógnita, foi um passo muito arriscado, não sabemos o que vai acontecer, mas o mais preocupante é que os próprios britânicos parecem também não saber o que querem fazer.

LEIA TAMBÉM:

Apoio aos bombeiros é “necessário e até obrigatório”

Três detidos por tráfico de droga

Homem ferido com gravidade em acidente


OS NOSSOS VÍDEOS

(Visited 390 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub
pub
pub