Festival MED faz balanço e aposta em 2020

pub
pub

O 16º Festival MED recebeu por parte do numeroso público inúmeros elogios que acorreu de 27 a 30 de junho à zona histórica de Loulé para experienciar as propostas de vários artísticas, com especial destaque para as músicas do mundo.

Durante quatro dias, o coração medieval de Loulé voltou a ser o local de encontro de pessoas vindas de várias partes do mundo, das suas sonoridades e estilos diferentes.

Oitenta horas de música preencheram os 10 palcos por onde passaram artistas vindos de paragens tão distintas como Haiti e Trindade e Tobago – dois países estreantes no MED – ou Níger, México, Turquia e Cabo Verde.

A animação de rua com dezenas de artistas como os elementos da Satori, o grupo Rhakatta, grupos de cante alentejano ou os ranchos folclóricos do Concelho andou pelo recinto numa constante interação com o visitante. O Cinema MED que este ano passou a integrar o programa do Festival, com curtas-metragens e a estreia de “Gabriel e a Montanha”, de Fellipe Barbosa, também esteve presente.

Vítor Aleixo, presidente da Câmara Municipal de Loulé, sublinhou o facto de esta ter sido uma das edições de maior sucesso. “Estamos todos de parabéns porque esta é talvez a edição do MED com a maior assistência que alguma vez tivemos. Vimos espetáculos maravilhosos nos diversos palcos, sempre com grandes assistências. A festa num país e num festival mediterrânico, com noites destas, só pode atrair as pessoas e fazê-las felizes”, referiu o autarca.

(Visited 171 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub
pub
pub