Médico ofereceu-se para urgência pediátrica

pub
pub
pub
pub

Um médico pediatra que já trabalhou no Hospital do Barlavento “mostrou-se disponível para fazer o banco” este fim de semana, evitando, dessa forma, o anunciado fecho da urgência pediátrica. A afirmação foi proferida pela ministra da Saúde, Marta Temido, que ontem tinha visitado aquela unidade de saúde.

A governante assumiu, no entanto, que para o próximo fim de semana ainda não há solução, pelo que a urgência pediátrica poderá ter de fechar e os utentes serem encaminhados para o Hospital de Faro. Adiantou que “só teremos uma situação mais estável a partir do último fim de semana de julho.”

Entretanto, a Câmara de Portimão informa, em comunicado, que disponibilizou apartamentos para dois médicos que vêm reforçar o Hospital do Barlavento e o Centro de Saúde do concelho. Um dos profissionais em causa “é justamente um pediatra que, no final do mês de julho, vai começar a trabalhar no Hospital.”

A autarquia acrescenta manter “total disponibilidade para continuar a trabalhar com o CHUA e a ARS Algarve, no sentido de criar todas as condições, no âmbito das suas competências, para facilitar a vinda e fixação de novos médicos no concelho.”

Entretanto, está marcada para esta tarde uma manifestação, que, de acordo com os seus promotores tem por objetivo “chamar a atenção para o estado de falência total a que o Centro Hospitalar Universitário do Algarve chegou, destacando-se o Hospital Barlavento, em Portimão.”

As questões relacionadas com o estado do Serviço Nacional de Saúde no Algarve vão, também, estar em destaque no decorrer de uma sessão extraordinária da Assembleia Municipal de Portimão, agendada para o dia 25 de julho.

LEIA TAMBÉM:

Ofertas de emprego da semana

Incêndios noturnos preocupam Bombeiros de Portimão

Hotel de 120 quartos previsto para o Rossio da Trindade


OS NOSSOS VÍDEOS

(Visited 509 times, 1 visits today)
pub
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub