Três produções do Teatro Nacional D. Maria II passam por Portimão

pub
pub
pub
pub

“Antígona”, um texto de Sófocles encenado pela artista Mónica Garnel, é a primeira de três produções com o selo do Teatro Nacional D. Maria II (TNDMII) a ser apresentada este semestre no TEMPO – Teatro Municipal de Portimão, e subirá ao palco no dia 9 de março, às 21h30.

Depois de se estrear em Lisboa em setembro passado, a peça é agora apresentada em Portimão no âmbito da Rede Eunice, projeto de difusão de espetáculos produzidos e coproduzidos pelo TNDMII.

André Simões, Carolina Passos-Sousa, Diana Lara, Inês Vaz, Isaías Viveiros, João Grosso, Joana Pialgata, Laura Aguilar, Lúcia Maria, Manuel Coelho, Pedro Moldão e Pedro Russo dão vida à primeira encenação da atriz Mónica Garnel, que levou para o palco o resultado do seu trabalho na Casa Conveniente e na Zona J de Chelas com a atriz e encenadora Mónica Calle. 

Para se juntar ao elenco, composto por estagiários do Conservatório e atores consagrados, Mónica Garnel convidou ainda o street dancer Maurice para integrar o tradicional coro, que não se limita a comentar verbalmente os acontecimentos, mas usa múltiplas linguagens como o canto, a dança ou a spoken word.

O resultado é uma “Antígona” atualizada, com cheiro a anos 90, grunge, rock and roll, uma rapariga que tem muitos rostos e muitos corpos, que podia ser qualquer mulher que, em qualquer lugar do mundo, pague com a vida a sua desobediência ao poder.

Nesta temporada, a Rede Eunice trará ainda ao teatro portimonense as peças “Um outro fim para a menina Júlia”, com texto e encenação de Tiago Rodrigues, no dia 23 de abril, e “Fake”, uma encenação de Miguel Fragata a partir de um texto de Inês Barahona e Miguel Fragata, a 13 de junho.

Os bilhetes para estes três espetáculos custam 10 euros cada.

LEIA TAMBÉM:

As cabines públicas de Portimão que salvam vidas

A polémica demissão do comandante dos Bombeiros de Lagos

Homem morre em despiste

(Visited 147 times, 1 visits today)
pub
pub
pub
pub
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev