Câmara de Loulé aprova obra que vai custar quase 2 milhões de euros

pub
pub
pub

A Câmara de Loulé aprovou, esta quarta-feira, em reunião do seu executivo, o projeto de execução das instalações do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) no Algarve, bem como o lançamento do concurso público da obra.

Trata-se de um edifício que vai integrar a “Cidadela da Segurança e Proteção Civil” de Loulé, junto ao nó da A22, onde já estão instalados o quartel dos Bombeiros Municipais de Loulé, o CREPC – Comando Regional de Emergência e Proteção Civil da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil e o heliporto, onde está em permanência o helicóptero do INEM. 

Este novo equipamento nasce da cooperação interadministrativa entre o Município e o Instituto Nacional de Emergência Médica e pretende dar resposta a toda a região do Algarve, contribuindo para que o INEM possa cumprir a sua missão com mais eficácia, nomeadamente, garantir a assistência adequada às vítimas de acidente e de doença súbita e o socorro e assistência às populações em caso de necessidade.

Entre outras valências, o edifício contará com um Centro de Formação, Gabinete da Coordenação Regional, Gabinete de Coordenação de Enfermagem, Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) e Gabinete de Apoio ao CODU, assim como instalações para a área de Logística e Operações.

A obra está orçada em 1,800 milhões de euros e o prazo de execução previsto é de 600 dias.

LEIA TAMBÉM:

Covid-19: Mais 4 casos no Algarve

Dois jovens morrem em despiste de viatura

Três ofertas de emprego público

(Visited 73 times, 1 visits today)
pub
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub
pub