Ação de sensibilização contra a construção de hotéis na zona de João D’Arens

pub
pub

O movimento de cidadãos «A Última Janela para o Mar» leva a cabo, na próxima 4ª feira, 17 de junho, a partir das 9h30, nos Paços do Concelho de Portimão, uma ação de sensibilização do poder político local para salvaguarda da zona de João D’Arens.

Trata-se de mais uma iniciativa promovida por este movimento que se opõe ao projeto que prevê a construção de três hotéis naquela mata.

Depois de, numa primeira fase, o projeto ter merecido uma Declaração de Impacte Ambiental desfavorável, os seus promotores avançaram com uma nova versão, a qual se encontra em fase de consulta pública até à próxima sexta-feira, 19 de junho.

O novo documento continua a prever a edificação de três unidades hoteleiras, embora ocupando uma menor área de construção, bem como um número mais reduzido de quartos.

A área máxima de construção é, agora, de 24.639 m2 (menos 4.111 m2), a de implantação de 8.212 (-3.289 m2) e o número máximo de quartos baixou de 411 para 353 (-58).

Estas alterações continuam, no entanto, a não convencer este movimento, que já recolheu cerca de 1.500 assinaturas contra o projeto e pareceres técnicos de especialistas de diversas áreas.

Quem desejar pode participar na ação de sensibilização a levar a cabo na 4ª feira, onde serão recolhidas mais assinaturas. A organização alerta para a necessidade de respeitarem “todos os procedimentos de proteção social à sua disposição”.

O movimento adianta, ainda, em comunicado, que “quem não tiver oportunidade de estar presente poderá demonstrar a sua oposição no Portal Participa aqui ou enviando um email diretamente para geral@ccdr-alg.pt“.

LEIA TAMBÉM:

Covid-19 Portimão: Mais uma morte e um caso positivo

Atropelamento fere ciclista

A evolução da Covid-19 no Algarve “está controlada”, diz José Apolinário

(Visited 303 times, 1 visits today)
pub
pub
pub
pub
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev