Faro vai ter centro de alojamento para população sem abrigo

pub

A Câmara de Faro e o Movimento de Apoio à Problemática da Sida (MAPS) assinaram ontem, quinta-feira, um protocolo de cooperação com vista à criação de um equipamento social para alojamento temporário de pessoas em situação de sem abrigo. 

O acordo, assinado no Salão Nobre da Câmara Municipal de Faro entre estas duas entidades, tem como objetivo estabelecer o apoio financeiro mensal, no valor de 3.285 euros, que o Município de Faro irá prestar ao MAPS para pagamento da renda do referido equipamento, tal como o desenvolvimento de atividades conexas com vista à inserção social. 

Para o efeito, foram arrendados, pela Direção Regional de Agricultura e Pescas do Algarve, os edifícios denominados por luso-alemão e o imóvel contíguo, denominado por ex-Laboratório de Apoio à Produção Vegetal, localizado em Braciais, Patacão. 

Estas instalações, atualmente devolutas, vão agora ser alvo de obras de fundo para ser adaptadas e equipadas, pelo que, neste âmbito, o MAPS lançou também um apelo para entrega de donativos de material para o efeito. 

No âmbito deste protocolo, a autarquia ficará com cinco vagas reservadas neste alojamento temporário que poderá vir a ter capacidade para acolher até 49 pessoas – 30 lugares para alojamento de emergência, dos quais 20 destinados a alojamento temporário.

Segundo referiu o presidente da Câmara, Rogério Bacalhau, no decorrer da sessão de assinatura do protocolo, aquele concelho tinha 30 pessoas em situação de sem-abrigo, tendo havido um aumento de 22 ao longo dos últimos meses.

LEIA TAMBÉM:

As consequências da irresponsabilidade

Covid-19: DGS contabiliza mais 35 casos no Algarve

Covid-19: Mais três casos em Portimão

(Visited 52 times, 1 visits today)
pub
pub
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev